Exposição às vibrações – o erro mais comum

O erro mais comum na avaliação da exposição dos trabalhadores às vibrações está relacionado com os tempos de exposição atribuídos.

No caso do mão-braço só se deve contar o tempo em que o trabalhador está exposto à vibração; não se deve contar um período em que um trabalhador tenha pousado o equipamento ou em que esteja a segurá-lo sem estar em funcionamento. O tempo de contacto é o tempo durante o qual as mãos estão efetivamente expostas à vibração proveniente da ferramenta ou da peça. Frequentemente, este período é muito inferior ao «tempo de trabalho» e é habitualmente sobrestimado pelos operadores. Leia mais

Avaliação de vibrações em edifícios – incomodidade e integridade de estruturas

Os efeitos das vibrações nos edifícios e outros tipos de estruturas, pode ser múltiplo, mas são de salientar, como mais importantes, os efeitos nas pessoas e na integridade das estruturas. No sentido de responder às necessidades que regularmente surgem sobre a caracterização deste tipo de situações, a dBwave, desde o ano passado, está acreditada pelo IPAC, para efetuar os seguintes ensaios: Leia mais

Redução de ruído numa nave industrial – caso prático

Ainda é comum ocorrer, sob pressão de circunstâncias e com alguma ignorância das capacidades atuais da engenharia acústica, a implementação de investimentos avultados, feitos mais ou menos avulso, em medidas de redução de ruído. Por mais ao menos a avulso referimo-nos a investimentos feitos com base no “ouvidómetro”, quase à adivinhação e sem uma forte justificação técnica. Algumas vezes, quase por sorte, o resultado destes investimentos é bom, mas algumas vezes não o é….Esta abordagem não é compatível com os requisitos de gestão de hoje em dia, em que é norma uma detalhada justificação de cada euro investido. Leia mais

NP2074 – aplicação obrigatória por lei

A Norma Portuguesa NP2074:2015 é de aplicação obrigatória a partir de 14 de janeiro de 2018

De acordo com o Despacho 19/GND/2017, da POLICIA DE SEGURANÇA PUBLICA, de 14 de julho de 2017, a partir de 14 de janeiro de 2018, é obrigatória a realização de monitorização de vibrações de acordo com a NP 2074:2015, sempre que tenha lugar a utilização de explosivos.
A dBwave é, à data deste despacho, a única entidade com o ensaio acreditado pelo IPAC (L0219), para a realização de ensaios de acordo com a NP2074:2015. Leia mais

Renovação da acreditação para a realização de ensaio de acordo com a NP2074

A dBwave renovou a sua acreditação para a realização do ensaio de avaliação de vibrações impulsivas em estruturas, de acordo com a norma NP2074:2015 pelo IPAC – Instituto Português de Acreditação, de acordo com a norma ISO 17035.

As atividades mineiras e geotécnicas que induzem solicitações dinâmicas nos terrenos, designadamente: o desmonte de maciços rochosos com recurso a substâncias explosivas, a cravação de estacas, a compactação dinâmica de terrenos, entre outras, originam solicitações impulsivas e vibrações subsequentes nas estruturas próximas, as quais, em consequência, podem sofrer danos. Leia mais

Efeitos de vibrações continuadas em estruturas DIN 4150-3

Ao contrário do que acontece noutros países, os critérios de avaliação do efeito de vibrações continuadas em estruturas não estão estabelecidos na legislação, em Portugal.

Para preencher esta lacuna a dBwave acreditou a realização do ensaio de avaliação de vibrações continuadas em estruturas, de acordo com a metodologia da norma DIN 4150-3:1999, pelo IPAC. Leia mais

Avaliação de incomodidade gerada por vibrações BS 6472-1

Avaliação de incomodidade gerada por vibrações BS 6472-1

Acreditação de acordo com a ISO 17025

Ao contrário do que acontece noutros países, os critérios de avaliação de incomodidade gerada por vibrações não estão estabelecidos na legislação, em Portugal.

Para preencher esta lacuna a dBwave acreditou a realização do ensaio de avaliação de incomodidade gerada em vibrações, de acordo com a norma BS 6472-1:2008, pelo IPAC – Instituto Português de Acreditação, de acordo com os requisitos da norma ISO 17035. Leia mais

PASSARO – Clean Sky 2

A dBwave.i colabora com o ISQ, no projeto PASSARO (Capabilities for Innovative Structural and functional testing of aerostructures), efetuando ensaios acústicos.O projeto PASSARO, arrancou em julho e tem como objetivo desenvolver e testar materiais, de forma a integrar tecnologias inovadoras que permitam melhorar a segurança, a eficiência e a sustentabilidade das aeronaves. Este projeto foi aprovado no âmbito do programa de financiamento Clean Sky 2, uma parceria público-privada entre a Comissão Europeia e empresas europeias do setor aeronáutico.
A Caetano Aeronautics, o ISQ, o INEGI e a AERTEC são os atores principais deste consórcio. Leia mais

Acreditação pela Junta de Castilla y León para a realização de ensaios acústicos

A dBwave foi acreditada pela Junta de Castilla y León, como “Entidade de Evaluación” para a realização de ensaios de acústica e vibrações. Pode ver a listagem com as entidades acreditadas, onde consta a dBwave, aqui.